fbpx

Vendas sobem 4,29% nos supermercados de Minas

Com FGTS, melhora no emprego e Black Friday, as vendas cresceram 9,76% em novembro

As vendas nos supermercados de Minas Gerais registraram alta de 4,29% no acumulado de janeiro a novembro do ano passado quando comparado com igual período de 2018. De acordo com dados da pesquisa Termômetro de Vendas, elaborada pela Associação Mineira de Supermercados (Amis), apenas em novembro foi apurado aumento de 2,02% sobre outubro e de 9,76% em relação ao mesmo mês do ano anterior.

De acordo com o presidente executivo da entidade, Antônio Claret Nametala, os números indicam para um encerramento de 2019 levemente superior ao inicialmente projetado pelo setor supermercadista, da ordem de 4%. Segundo ele, os números oficiais de dezembro e fechamento de 2019, bem como perspectivas para 2020, deverão ser apresentados nas próximas semanas.

De toda maneira, Claret aposta que o crescimento do acumulado do ano passado não voltará aos patamares pré-crise por pouco. No entanto, conforme o presidente, o fato de ser superior aos 4% já é suficiente para comemorar.

“Até novembro, registramos crescimento superior ao projetado, e com as vendas de fim de ano, período em que há movimento ainda maior nas lojas e no comércio em geral, é possível que o desempenho do acumulado do ano acompanhe esta tendência. O ano já foi melhor que os anteriores e esperamos que o cenário se intensifique ainda mais em 2020”, comentou.

Para se ter ideia, o resultado dos supermercados mineiros de 2019 somente não deverá ser melhor que o apurado em 2013, quando o faturamento foi 4,93% maior do que o registrado em 2012. Desde então, os números foram todos menores, devido à recessão econômica vivida pelo País. “Em 2017, iniciou-se uma pequena recuperação, em 2018 tivemos crescimento de 2,98% e em 2019 deveremos chegar aos 4,3%”, estimou.

Estímulos – O resultado de novembro, especificamente, Claret atribuiu a três principais fatores: à liberação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), à leve melhora do emprego, principalmente em Minas Gerais, e às promoções da Black Friday, já que, a cada ano, mais empresas supermercadistas vêm aderindo à campanha, negociando descontos com fornecedores e atraindo o consumidor.

“Adicionalmente a isso, muitas lojas colocam promoções para além da sexta-feira, obtendo assim, resultados melhores no mês. O fato de alguns produtos estarem com preços muito convidativos atrai também a compra de outras categorias, melhorando o movimento nas lojas”, disse.

O resultado regional, na comparação de novembro com outubro, ficou próximo da média estadual. Nas regiões Central (2,11%), do Rio Doce, Jequitinhonha e Mucuri (2,2%), Sul (2,23%), Triângulo (2,44%) e Zona da Mata (2,08%), o desempenho foi melhor que a média. No Centro-Oeste, o aumento foi de 1,81%, e no Norte, de 0,61%.

Fonte: Diário do Comércio

Que tipo de documento deseja enviar a protesto?

A legislação atual não permite o protesto de cheques e notas promissórias de forma eletrônica, recomendamos que se direcione ao cartório de protesto de posse do documento para protestá-lo.

Para localizar um cartório acesse: https://protestomg.com.br/localize.