Responsabilidade Social

Corrente do Bem é uma iniciativa do Instituto de Protesto-MG para viabilizar projetos de instituições sociais mineiras e contribuir para o desenvolvimento de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. O objetivo do projeto é aproximar os Cartórios de Protesto das comunidades em que estão inseridos, assumindo um papel ativo na transformação e construção de uma sociedade mais justa.

COMO FUNCIONA

Os Cartórios de Protesto, associados do Instituto de Protesto-MG indicam instituições, de suas respectivas comarcas, que promovam ações sociais e culturais direcionadas a crianças e adolescentes. Os projetos apresentados pelas instituições passam por uma seleção, de acordo com critérios estabelecidos em edital prévio, e em seguida, há uma mobilização dos tabeliães de protesto que destinam parte do imposto de renda devido para viabilizarem os projetos sociais “adotados”.

COMO FUNCIONA A LEI ROUANET?

O mecanismo de incentivos fiscais da Lei Rouanet é uma forma de estimular o apoio da iniciativa privada ao setor cultural. Ou seja, o Governo abre mão de parte dos impostos (que recebe de pessoas físicas ou jurídicas), para que esses valores sejam investidos em projetos culturais que ajudam a mudar e até transformar o cenário da comunidade.

O proponente apresenta uma proposta cultural ao Ministério da Cultura (MinC) e, depois de aprovada a proposta, o proponente é autorizado a captar recursos junto a pessoas físicas pagadoras de Imposto de Renda (IR), que apresentam declaração completa, ou empresas tributadas com base no lucro real visando a execução do projeto.

Os agentes incentivadores que apoiarem o projeto poderão ter o total do valor desembolsado deduzido do imposto devido (artigo 18), dentro dos percentuais permitidos pela legislação tributária.
Empresas, até 4% do imposto devido;
Pessoas físicas, até 6% do imposto devido.

O incentivo não altera o valor a pagar ou a restituir do seu Imposto de Renda, apenas redireciona parte do imposto para o projeto escolhido, contribuindo para a cultura e promovendo o desenvolvimento do cidadão.

responsabilidade-social

QUEM APOIA SÓ TEM A GANHAR

Benefícios para os cartórios:

  • Possibilidade de apoiar uma iniciativa que valoriza a cultura na cidade, promove o desenvolvimento cultural e gera aproximação com a comunidade (mostrar-se realmente sustentável);
  • Possibilidade de aproximar o relacionamento com clientes e atrair novos clientes por meio do vínculo da marca com um projeto de valor;
  • Projeção da marca Cartórios de Protesto – MG nos materiais de divulgação do projeto.

 

Benefícios para o tabelião:

  • Protagonismo individual: o doador fazendo a diferença na prática, contribuindo para a disseminação da cultura e promovendo o fácil acesso à comunidade.
  • Custo zero: incentivos 100% dedutíveis do Imposto de Renda, dentro do limite de 6% do imposto devido

 

COMO DOAR?

Você pode destinar até 6% do seu Imposto de Renda devido à instituição beneficiada pela Corrente do Bem 2017: Som nas Geraes da Corporação Musical Santa Cecília.

As doações realizadas durante todo o ano deverão ser apontadas na declaração de IR no próximo ano. Haverá restituição do valor doado.

Em 2017, o Instituto de Protesto – MG adotou um novo modelo para as doações – Lei Rouanet.

Esse modelo atual não comporta doação na entrega da declaração através de DARF, mas baseia-se em depósito direto na conta específica do projeto, e pode ser feita durante todo o ano fiscal.

Dados para doação:

Banco do Brasil

Agência: 2167-9

Conta Corrente: 15904-2

Ao fazer sua doação, envie o comprovante de depósito / transferência para o e-mail: correntedobem@protestomg.com.br e guarde-o para ser incluído na declaração de IR 2017.

As doações podem ser feitas até 29/12/2017. 

CONTATO

Telefone: (31) 2519-0500 – E-mail: correntedobem@protestomg.com.br